Como turbinar a memória? – 3 Dicas

O papel do cérebro no armazenamento de nossas memórias

Todos os dias somos expostos a milhões de informações, como sons, imagens, cheiros, ou seja, tudo aquilo que é percebido por meio dos nossos sentidos. Contudo, nem todas essas coisas são armazenadas em nosso cérebro. Essa complexa máquina não apenas seleciona o que é mais importante, mas também organiza as informações em arquivos. Além de classificar as memórias como recentes ou remotas, o cérebro também as divide entre declarativas, que são memórias nas quais é preciso fazer um maior esforço para se lembrar, e as não declarativas, que são memórias mais automáticas.

cerebro-humano

Influência das emoções sobre as lembranças

Para saber o que deve ser gravado, o cérebro utiliza algumas técnicas. Os eventos que contenham maior valor emocional são mais facilmente lembrados, como o dia do nascimento de um parente próximo, data de aniversário do próprio casamento, ou algum evento que tenha sido marcante para o indivíduo.

O papel da atenção na criação das memórias

Apenas a existência da ligação emocional pode não ser suficiente para se lembrar de algo. O aspecto mais importante para se criar novas memórias é a atenção. Durante a leitura de um texto, por exemplo, há um estímulo visual (visualização das letras) e outro auditivo, pois conforme se desenrola a leitura, ocorre uma subvocalização em nosso cérebro.

No entanto, o estímulo é a primeira “entrada”. Caso não haja uma atenção direcionada ao conteúdo que estiver sendo lido, o leitor terá que retornar ao texto e lê-lo novamente. Se o conteúdo for importante e a leitura for repetida mais vezes, a informação tende a ser melhor armazenada.

Memória e organização

Organização e memória têm muito em comum. Às vezes há tantas informações desnecessárias junto àquelas que as pessoas desejam lembrar, que o cérebro não consegue organizar tudo. Por isso, é preciso compensar essa “falha” com determinadas atitudes.

Caso o indivíduo vá ao supermercado, mas se esqueça da lista de compras, a probabilidade dele se lembrar dos produtos que precisa comprar será maior se, por exemplo, os itens forem memorizados antecipadamente por meio de categorias (bebidas, por exemplo) do que sem a utilização de alguma estratégia de organização.

Texto relacionado: Melhore sua memória agora com o curso de memorização Renato Alves.

3 Dicas para ter uma boa memória

Outros fatores fundamentais para a boa memória são ter uma alimentação balanceada, boas noites de sono e praticar regularmente atividades físicas.

Como estimular a memória

A estimulação da memória também é importante e pode ser feita por meio de uma técnica bastante simples: basta anotar todos os compromissos que foram realizados ao longo do dia, e antes de dormir, novamente deve-se tentar relembrar todas essas atividades efetuadas, além de esboçar o que será feito no dia seguinte. Ao término, basta conferir todas as informações na agenda.

Mudanças do padrão da memória

Mudanças do padrão da memória também podem evidenciar sinais de doenças degenerativas, como o mal de Alzheimer. Por essa razão, as pessoas nunca devem deixar de se consultar com um médico.

mal-de-alzheimer-doenca-degenerativa

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*